terça-feira, 25 de setembro de 2012

Salmo 63


Uma Poesia de Roberto Celestino

Ó Deus,tu és o meu Deus
Eu te busco intensamente,
Minh’alma sedenta por ti
Busca-te ansiosamente.

Quero contemplar-te no santuário
Teu poder, tua glória avistar,
Amo-te mais que minha vida
Meus lábios põem-se a te exaltar.

Sim, enquanto eu viver
Teu nome bendirei,
E em teu louvor SENHOR,
Minhas mãos levantarei.

Como em um rico banquete
Satisfeita minh’alma está,
O júbilo se apoderou de meus lábios
Minha boca apressa-se a te louvar.

Quando me deito penso em ti
Se me acordo sei que estás comigo,
Pois sei que na sombra de tuas asas
Tenho o mais seguro abrigo.

A minha alma se apega a ti
A tua mão me tem sustentado,
Aqueles que atentam  contra mim
Serão pelo  mal assolados.

Mas o rei se alegrará em Deus
E todos os que nEle tem confiado,
Mas quem empresta a boca à mentira
Terão seus lábios calados.

Um comentário:

  1. Muito lindo, ótima ideia em versos.
    Julio D'Zambê

    ResponderExcluir